09 agosto 2008

Dual Boot - WindowsXP/Linux Educacional


Partindo de um micro com o Windows XP vamos fazer um Dual-boot com o Linux Educacional?

Manual elaborado por Jaime Maia (Técnico do NTE16)


Para deixar os dois sistemas convivendo pacificamente, usa-se um programa chamado gerenciador de boot, que na hora de ligar a máquina, lhe permite escolher Windows ou Linux. É o que nós chamamos de Dual-boot, ou dupla inicialização. O requisito básico é espaço livre no disco rígido – um mínimo de 5 GB. O Linux que vamos usar é o Linux Educacional, um Linux feito sob encomenda pelo MEC. O Linux Educacional instala automaticamente um gerenciador de boot, o Grub, que monta um menu para a escolha do sistema na hora da inicialização. A máquina utilizada é um Celeron de 2,4 GHz, 256 de RAM e um HD de 40 GB, com partição única. Vamos ao passo-a-passo.


Antes de iniciar o Dual-Boot, nós temos que configurar e preparar o micro para receber estas mudanças:


I - Backup de seus arquivos

No Windows, faça cópias de segurança dos arquivos de que você precisa. Você vai mexer na estrutura do disco rígido, e erros são sempre possíveis nesse tipo de operação. Então, é melhor prevenir.


II - Desfragmente seu HD

Com o redimensionamento do HD poderá corromper alguns arquivos. (Iniciar/Programas/ Acessório/ Ferramentas do Sistema/Desfragment ador de Disco)


III - As configurações da Bios

Confira no Setup do micro e garanta que ele esteja ajustado para dar o boot pelo drive de CD (ou DVD). Como fazer? Reinicie o computador, espere dar aquele "apitinho", e comece apertar DELETE.Detalhe, existem bios diferentes e por isso não vou citar o nome da opção exata, mas algo em torno de (1st Boot Device); veja que está o HD, fique pressionando ENTER (em alguns Setup é PgUp e PgDown) até chegar na opção CD-ROM. Salve, e saia do Setup.Agora, reinicie a máquina e dê o boot com o CD do Linux Educacional.


INICIANDO A INSTALAÇÃO DO LINUX EDUCACIONAL


1.Ao aparecer o logotipo do Linux Educacional, dê ENTER.


2. É carregado os arquivos install.386/ Vmlinuz (vmlinuz é o Kernel do Linux) e install.386/ gtk/initrd. gz (initrd é uma coleção de arquivos que servem para iniciar o Linux)


3.Anuncio do sistema a ser instalado

Seja Bem-Vindo ao sistema de instalação do Linux Educacional V1.0

O Linux Educacional é um sistema voltado para uso nas escolas brasileiras. Ele contém vários aplicativos que irão ajudar os alunos e professores a aproveitarem seus potenciaisEsse sistema de instalação irá guia-lo durante todo o processo. Siga com atenção as instruções que irão aqui apresentar. CONTINUAR


4. Neste momento o sistema detecta e monta o cd-rom


5. Selecione um layout de teclado dentre as opções abaixo:Teclado brasileiro (com Ç)" Teclado inglês internacional CONTINUAR


6. Carrega os componentes do instalador do CD, detecta o hardware de rede e configura o DHCP


7. Nome da máquina. Preencha e clique em CONTINUAR


8. Detecta discos e particiona o HD. Clique em CONTINUAR


9. Particionar discos

Essa é uma das etapas mais complicadas para quem está iniciando em Linux.

A seguinte mensagem é apresentada: "Note que todos os dados no disco que você selecionou serão apagados, mas não antes que você tenha confirmado que você realmente deseja fazer as mudanças" Desconsidere esta mensagem e pede para CONTINUAR.


10. O disco é particionado. No nosso caso ele ficou assim:

IDE1 princiapl (hda) – 41.1 GB Maxtor 2f040l0

 # 1 primária 10,8 GB B f ext3 /

 # 5 lógica 1.0 GB f swap swap

 # 6 lógica 29.3 GB f ext3 /home

O particionador usou 100% do HD. Mas, não é isto que queremos, pois, o Windows está instalado. Então nós selecionamos a opção "Desfazer as mudanças nas partições" e CONTINUAR


11. Desfazendo as mudanças na partição ele ficará assim: # 1 primária 41.1 GB B ntfs (Selecionar e clique duplo)CONTINUAR


12. Selecionamos "Redimensionar a partição (atualmente 41.1 GB)" CONTINUAR


13. Vamos gravar as mudanças anteriores em disco e CONTINUAR


14. Agora vamos redimensionar o tamanho da partição que o Windows está instalado. No nosso casso vamos colocar 20 GB. CONTINUAR


15. Irá aparecer a seguinte mensagem:"Note que todos os dados no disco que você seleciona ou serão apagados, mas não antes que você tenha confirmado que você realmente deseja fazer as mudanças". CONTINUAR


16. As nossas partições ficaram assim:

IDE1 princiapl (hda) – 41.1 GB Maxtor 2f040l0

 # 1 primária 20.0 GB B ntfs /

 pri/lóg 21.1 GB ESPAÇO LIVRE


17. Selecione: pri/lóg 21.1 GB ESPAÇO LIVRE e CONTINUAR


18. Selecione "Particionar automaticamente o espaço livre" CONTINUAR


19. Veja como ficaram as partições:

IDE1 princiapl (hda) – 41.1 GB Maxtor 2f040l0

 # 1 primária 20.0 GB B ntfs

 # 2 primária 5,7 GB f ext3 /

 # 5 lógica 682.7 MB f swap swap

 # 6 lógica 14.8 GB f ext3 /home

Selecione "Finalizar o particionamento e gravar as mudanças no disco" CONTINUAR


20.Uma mensagem solicitando gravar ou não as mudanças. Selecione sim e CONTINUAR


21. As partições são formatadas


22. Selecione uma cidade em seu fuso horário. CONTINUAR


23. Configurar usuários e senhas

Coloque a senha de root e repita a senha novamente para verificação. CONTINUAR


24. Criar uma conta de usuário com restrições.

Informe nome completo para o novo usuário. No nosso caso colocamos ALUNO.CONTINUAR


25. Informe nome de usuário para sua conta. Ele já sugere ALUNO. CONTINUAR


26. Coloque a senha do novo usuário e repita a senha novamente para verificação. CONTINUAR


27. Neste momento começa a instalação propriamente dita do sistema operacional. Este processo levou aproximadamente 20 minutos, no nosso caso.


28. Aparece a mensagem de finalização da instalação.A instalação terminou, portanto é hora de iniciar em seu novo sistema. Certifique-se de remover a mídia de instalação (CD-ROM) para que seu sistema possa iniciar do novo sistema ao invés de reiniciar a instalação. CONTINUAR


29. Ao iniciar o boot tecle "ESC" para selecionar o sistema operacional: Windows XP ou Linux Educacional


CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS ANTES DE COMEÇAR A USAR O LINUX EDUCACIONAL


a) Configurar o tempo de espera para selecionar o SO (/boot/grub/ menu.lst)


b) Configurar qual SO deve iniciar como padrão (/boot/grub/ menu.lst)


c) Configurar o sources.list ( /etc/apt)

# deb cdrom:[Debian GNU/Linux 4.0 r3 _Etch_ - Official i386 NETINST Binary-1 20080218-14: 15]/ etch contrib main

#deb cdrom:[Debian GNU/Linux 4.0 r3 _Etch_ - Official i386 NETINST Binary-1 20080218-14: 15]/ etch contrib main


#deb-src http://linorg.usp.br/debian/ testing main

deb http://ftp.br.debian.org/debian etch main contrib non-free

deb-src http://ftp.br.debian.org/debian etch main contrib non-fr


d) Atualizar o SO com apt-get update e apt-get upgrade


e) Instalar o Wine (O Wine permite que você rode alguns softwares no Linux, especialmente os que você não encontrou representantes à altura para a plataforma. Dependendo do software, o desempenho é tão aceitável que você praticamente esquece que está rodando um programa para Windows no Linux)


O que é "Gerenciador de Boot"?


Também conhecido como Bootloader, é um software armazenado na (MBR), primeiro setor. Ele permite a escolha do Sistema Operacional a entrar quando você liga o PC.As informações de como um disco rígido está particionado são armazenadas no seu primeiro setor (isto é, no primeiro setor, da primeira trilha da primeira face do primeiro disco). O primeiro setor é o master boot record (MBR) do disco. Este é o setor que a BIOS lê e inicializa, quando a máquina é ligada. O master boot record contém um pequeno programa que lê a tabela de partições, verifica qual partição está ativa (isto é, marcada como inicializável ) e lê o primeiro setor desta partição, o setor de inicialização da partição (o MBR também é um setor de inicialização, mas tem um nome diferente por executar diferentes funções). O setor de inicialização contém outro pequeno programa que lê a primeira parte do sistema operacional armazenado naquela partição (assumindo que ela seja inicializável, ou seja, que possa iniciar o sistema operacional) e ativa o sistema operacional lá armazenado.

Os três mais conhecidos são, Lilo (gráfico), Lilo (texto) e o GRUB, agora fica ao seu critério qual usar.


Qual é a diferença entre apt-get update e apt-get upgrade?


apt-get update atualiza a lista de pacotes. Se houverem pacotes novos ou versões novas de pacotes já conhecidos, a lista é atualizada com estas informações.


apt-get upgrade atualiza todos os pacotes já instalados com versões novas, se houverem. Estas versões novas são 'descobertas' com o comando anterior.


"update¨ basicamente baixa a lista de pacotes disponíveis no site, e


"upgrade" baixa e instala pacotes atualizados. Ou seja, o "upgrade" compara o que você tem instalado na máquina com o que tem disponível no site (que foi baixado via apt-get update) e atualiza de acordo.

3 comentários:

jkaico disse...

Olá,
para ter tempo de escolher qual sistema iniciar:
Altera o tempo de espera.
Menu/Sistema/Mais aplicativos/Gerenciador de arquivos (modo Super Usuário).Pede a senha do root.
No Gerenciador (no lado esquerdo, das pastas: Pasta Raiz/boot/grub/menu.lst. Abre o arquivo e comenta a linha TIMEOUT (coloca o jogo da velha (#) no início da linha de TIMEOUT.
Salva/fecha o arquivo/fecha o gerenciador.
Quando for reiniciar a tela do Grub fica o tempo que quiser.

CELOY disse...

Valeu querida Adriana, há um bom tempo eu pensava em fazer um DUAL BOOT em meu PC, mas estava com medo. Após ler seu tutorial e o comentário do jkaico tomei coragem e fiz, e deu certo.
Obrigada!!!!!!!!!!!!!!!!

Esc.Est. Prof. Nilo Póvoas disse...

rapaz!!!! mas que coisa legal este tutorial. Fiz e deu certinho. A única coisa que não está dando certo agora é o update do APT-GET. O que será que pode estar acontecendo?

Abraço!!! E valeu mesmo pelo tutorial, já vou colocar no PC dos professores aqui da escola.